NOVA - Cópia

Reforma500 – A História da Reforma Protestante – Cap. 7 – Ideologias da Reforma

A reforma foi pautada nas escrituras e vários pilares ideológico-teológicos contrários à reforma foram revistos, como dito, o ideal inicial era só reformar aquilo que a igreja católica fazia, porém, devido ás proporções adquiridas esse movimento foi tomando forma e força e criando seus próprios pensamentos.

De início, com as 95 teses Lutero visou o combate às indulgências, que já explicamos o que é no Capítulo 1. Então, com essas 95 teses Lutero criou os 5 pontos mais importantes, que são : Sola Gratia, Sola Fide, Solus Cristus, Sola Scriptura, Soli Deo Gloria. Cada um desses pontos tem uma vasta teologia por trás e é totalmente pautada nas escrituras

Resultado de imagem para 5 solas

A SOLA GRATIA quer dizer: Somente Pela Graça, a Bíblia diz que pela graça somos salvos e isso não vem de nós e sim de Deus, diz que é a graça de Cristo, através de sua morte, salvou a todos os que creem n’Ele. Outro reflexo da graça divina é a misericórdia Divina que se não fosse por ela já teríamos sido condenados, logo depois vem a SOLA FIDE, que quer dizer Somente Pela Fé, a Bíblia relata que a fé é a certeza daquilo que não se vê e a esperança daquilo que se espera e somente pela fé é em Cristo é possível alcançar a graça, a fé é dada a nós por Deus, pois Ele escolhe quem Ele quer que creia N’Ele.  O terceiro é SOLA SCRIPTURA, ou Somente as Escrituras, Paulo orienta a Timóteo em sua segunda carta que o domínio das escrituras era o que fazia um obreiro ser de excelência. A Bíblia é um dos elos mais importantes do que Deus quer falar com a humanidade, a própria Bíblia é onde está à palavra de Deus e somente por ela obtemos as respostas para nossas questões da vida cristã.

Os dois pontos mais importantes, SOLI DEO GLORIA que quer dizer toda glória somente a Deus, devido ao fato de que nosso Deus é único que é digno de receber todo louvor e adoração e não há nenhum outro, nenhum santo católico, nem Maria, nem o papa, nem nenhum outro homem, na religião ou na política, que possa capaz de se comparar ou que possa receber a glória que nós damos a Deus e por último e talvez o mais importante é o SOLUS CRHISTUS, quer dizer somente Cristo, devido ao fato da existência da salvação pela indulgência, Lutero faz a questão de lembrar que TUDO era através de Cristo, seja a graça, seja a intermediação entre o homem e Deus, seja a salvação, ou qualquer outro ponto discutível do evangelho ou da Bíblia, a chave para tudo é CRISTO, Jesus é a resposta , a verdade, o caminho, a verdade e a vida, Ele é o Pão e Água da Vida E NINGUÉM MAIS SENTIRÁ NEM FOME E NEM SEDE SE BEBER E COMER DE JESUS. Ele é a nossa saciedade, Ele é o que morreu na cruz para resgatar o homem que estava morto em seus delitos e pecados, Ele é o nosso Salvador.

Resultado de imagem para pão da vida

Os princípios da reforma tiveram uma alta complexidade e ao mesmo tempo um entendimento que levava tranquilidade às almas cansadas de tanta exploração católica. As pregações de Lutero em Wittenberg eram memoráveis e libertadoras para as almas cativas. Em 1520, Lutero publicou três obras importantes para sua vida reformada, tratam se de: A Liberdade de um Cristão, Discurso à Nobreza Germânica e O cativeiro Babilônico da Igreja.

Noite e dia eu ponderava, até que via conexão entre a justiça de Deus e a afirmação de que ‘o justo viverá pela sua fé’. Então, entendi que a justiça de Deus é a retidão pela qual a graça e a absoluta misericórdia de Deus nos justificam pela fé. Em razão desta descoberta, senti que renascera e entrara pelas portas abertas do paraíso. Toda Escritura passou a ter um novo significado […] esta passagem de Paulo tornou-se  para mim, o portão para o Céu. – Lutero, Martinho – Lutero e a epistola de Paulo aos Romanos.

O calvinismo fidelizou suas ideologias com as obras de Calvino, Farel, Knox e Teodoro de Beza tendo uma ênfase maior nas institutas da religião cristã, que é até hoje uma das obras mais completas de teologia, política e religião de todos os tempos!

Resultado de imagem para estatua dos reformadores

As institutas, para mim, não são só um norte que me orientam por onde começar a estudar a Bíblia, mas também é o norte de qual teologia e qual Deus os cristãos devem acreditar.

Resultado de imagem para institutas da religião cristã

Nada se compara aos comentários de Calvino sobre as escrituras, o teólogo Jabobus Arminius, precursor do arminianismo disse: Depois da leitura das Escrituras…, e mais do que qualquer outra coisa,… eu recomendo a leitura dos Comentários de Calvino… Pois afirmo que na interpretação das Escrituras Calvino é incomparável, e que seus Comentários são mais valiosos do que qualquer coisa que nos tenha sido legada nos escritos dos pais — tanto assim que atribuo a ele um certo espírito de profecia no qual ele se encontra em uma posição distinta acima de outros, acima da maioria, na verdade, acima de todos.” (Carta escrita a Sebastian Egbertsz, publicada em P. van Limborch e C. Hartsoeker, Praestantium ac Eruditorum Virorum Epistolae Ecclesiasticae et Theologicae (Amsterdam, 1704), nº 101).

Calvino foi extremamente feliz quando fez as institutas e todos os seus comentários e maneiras de ver as coisas são pautadas nas escrituras, os teólogos costumam dizer que Calvino não era calvinista, Calvino era BÍBLICO. Spurgeon, o príncipe dos pregadores, disse em certa feita: “Eu não levanto a bandeira de Calvino. Eu só estou junto com ele balançando a bandeira do verdadeiro Evangelho”.

O calvinismo é até hoje a peça mais fundamental de qualquer vertente do cristianismo, se todos fossem calvinistas, hoje não teríamos os ladrões vestidos de pastores, nem os lobos vestidos de ovelha no âmbito pentecostal, que prostituem o evangelho e deturpam a verdade se igualando aos católicos que Lutero tanto combateu.

Temos também o Anglicanismo que tinha como base a separação de um braço do catolicismo de seu corpo inicial, fazendo-se uma nova vertente reformada que englobou os valores e ideais calvinistas, além de ser o berço do puritanismo no séc. XVII, puritanos esses, que queriam relembrar não só os valores calvinistas, como também a pureza do evangelho, a pureza de uma vida com Cristo baseando-se na santidade.

Os puritanos/anglicanos foram importantíssimos para a pregação do evangelho por sua coragem, e pela maneira de pregar o evangelho. Os puritanos realizaram a assembleia de Westminster entre 1643 e 1649, formando assim uma das maiores obras do protestantismo pós-reforma que é a confissão de fé de Westminster que até hoje é à base da igreja Presbiteriana no mundo todo.

Tendo como base a purificação do anglicanismo e o reforço das ideias calvinistas, que é e sempre será de grande valor -as obras puritanas- é mais do que louvável mencioná-las, pois eles foram a coluna vertebral das igrejas modernas e deram um início a formação de um protestantismo forte frente ao catolicismo, de uma vez por todas.

Autor: Paulo Ricardo Lima – Teólogo de boteco, palestrante DESMOTIVACIONAL, pregador.

http://www.cincosolas.com.br/2008/08/arminianos-ouam-armnio.html

http://www.luteranos.com.br/lutero/95_teses.html

https://blogdaliliandivina.wordpress.com/2011/05/29/melhor-destruir-todas-as-igrejas-lutero/

https://www.projetospurgeon.com.br/2013/10/lutero-a-justificacao-pela-fe/

http://voltemosaoevangelho.com/blog/2012/10/3-pregacoes-de-lutero-em-ebook-e-um-sobre-ele/

https://igrejamilitante.wordpress.com/2011/02/03/martinho-lutero-o-absurdos-pregados-pelo-pai-do-protestantismo-evangelico/

http://www.teologiabrasileira.com.br/teologiadet.asp?codigo=291

http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/historiageral/anglicanismo.htm

http://www.josemarbessa.com/2009/12/o-movimento-puritano-l-ryken.html