2w2xp9zzyrjkaqb8uv1om4jno

A resistência á Graça – 5 pontos descomplicados do Calvinismo

A graça irresistível, por mais bem explicada que seja, ainda gera inúmeras dúvidas quando posta em xeque por alguns versículos que mostram os homens rejeitando “as coisas de Deus” e até os mandamentos de Deus, no aspecto moral e profético.

Veja: Homens de dura cerviz, e incircuncisos de coração e ouvido, vós sempre resistis ao Espírito Santo; assim vós sois como vossos pais. A qual dos profetas não perseguiram vossos pais? Até mataram os que anteriormente anunciaram a vinda do Justo, do qual vós agora fostes traidores e homicidas; Vós, que recebestes a lei por ordenação dos anjos, e não a guardastes. E, ouvindo eles isto, enfureciam-se em seus corações, e rangiam os dentes contra ele. Atos 7:51-54

Perceba: “homens incircuncisos” de “dura cerviz”, em Romanos, Deus é claro ao dizer que Ele tem misericórdia de quem Ele quer e quem Ele não quer Ele endurece o coração. A Bíblia é mais incisiva quando fala de incircuncisão do coração e esse endurecimento: O Senhor, porém, endureceu o coração de Faraó, e este não os quis deixar ir. Êxodo 10:27.

Quando o homem rejeita algo oferecido por um evangelista, como em atos 7, qual o motivo dele ter se recusado e dele ter se endurecido? Simples: Deus é o motivo. Deus demonstra através dos não-eleitos que a graça d’Ele só é efetiva nos Seus eleitos, o exemplo que Paulo dá em romanos é de que todas as vezes Deus vai agir, desse mesmo modo, aos eleitos Ele vai abrir o coração, convencer da justiça e do juízo, tornar a eleição prévia, efetiva, e glorificar esse cara, no não-eleito ele vai endurecer o coração, vai fazer com que esse cara rejeite tudo que vem de Deus, que ele tenha asco, que ele tenha aversão aos propósitos divinos devido a sua própria natureza.

E antes que você novamente me questione: Isso é injusto? Não. NÃO É INJUSTIÇA por parte de Deus.

A graça irresistível é a demonstração da soberania de Deus sobre o homem. Na nossa realidade Deus é o oleiro e nós somos os vasos, vasos esses moldados e feitos com um objetivo prévio e definido, isso se chama predestinação e é bíblico. A soberania divina impõe ao homem que ele execute a vontade de Deus sem questionar. Isso faz de Deus um ditador? Não, Ele é o Rei dos Reis, Senhor dos Senhores e não depende dos ideais democráticos ocidentais ou do sistema de justiça romano para ter ou não a aprovação do homem naquilo que ele faz ou deixa de fazer. Na história do mundo, Deus não é o coadjuvante do homem, Ele é o ator principal e o homem é o lixo do estúdio.

Deus, demonstrando sua soberania: Por quê? Porque não foi pela fé, mas como que pelas obras da lei; pois tropeçaram na pedra de tropeço; Como está escrito: Eis que eu ponho em Sião uma pedra de tropeço, e uma rocha de escândalo; E todo aquele que crer nela não será confundido. Romanos 9:32,33

A pedra de tropeço é Cristo, que ao mesmo tempo é a pedra angular, pedra fundamental de uma construção. Pedra de tropeço é aquilo que teoricamente induz ao erro, nos versículos anteriores Paulo fala de salvação pela fé e não pela lei, logo acreditar na pedra é ir de encontro a lei, e Jesus é o fim da lei, logo que acreditar na pedra é pecar contra a lei, logo é estar com Cristo, pois aquele que cumpre a lei nos tempos da graça é tido como inimigo de Deus.

Deus colocou essa pedra em Sião, e quem crer nela não será confundido e ao mesmo tempo tem a rocha de escândalo, que é a rocha do tropeço do homem para com Deus, é a mostra real da queda do homem, “pedra de tropeço é rocha que faz cair”. Os que não creem tropeçam, porque desobedecem à mensagem; para o que também foram destinados.  1 Pedro 2:8

Mas, se ainda o nosso evangelho está encoberto, para os que se perdem está encoberto. Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. 2 Coríntios 4:3,4 –  Deus usa o diabo como uma marionete para cegar o entendimento dos incrédulos e para que esses não creiam no evangelho e realmente se percam. Mais uma vez a soberania é mostrada aqui e mais uma maneira de mostrar que Ele só dá a graça da salvação a quem Ele quer dar e essa é a vontade pertence somente a Ele.

Autor: Paulo Ricardo Lima – Teólogo de Boteco, palestrante DESMOTIVACIONAL.