Livre-arbítrio uma farsa! – Parte 3 (Arminianismo)

Resultado de imagem para jaco arminio livre arbitrio

 

Ao longo do tempo, a ideia da liberdade humana foi tomando formas e mais formas até chegar ao que estamos acostumados a ouvir através do senso comum, que é dito por quase todos que conhecemos, pode reparar, quase todo mundo tem uma ideia sobre o homem ser livre ou sobre o tal do livre-arbítrio.

Dentro do campo teológico, existem os movimentos que já contamos aqui, Pelagianismo, Semi Molinismo, e agora o mais “aguçado” e o mais pregado que é o Arminianismo, a maioria das igrejas da América são denominadas “arminianas”, a igreja católica não se denomina arminiana, mas prega ainda o pelagianismo das mais variadas formas.

Você já entendeu a definição de toda a ideia do livre-arbítrio e já percebeu que a ideia sofreu alterações ao longo do tempo uma delas é o Arminianismo. Tem como nomeação o Teólogo Holandês Jacobus Arminius, o Arminianismo é a “Soteriologia”(Doutrina sobre a salvação) que faz oposição a visão soteriológica Calvinista, no séc. 17 Arminio lecionava na universidade de Leiden, na Holanda quando alunos dele decidiram esquematizar algo chamado de “Remonstrantes”, e esses remonstrantes pregaram diante ao sínodo de Dort, que era a reunião dos Calvinistas, para definir o que era correto ou não na aplicação, pregação e na doutrina da igreja.

Resultado de imagem para jaco arminio

Jacobus Arminius

Falando sobre o básico: O Calvinismo prega sobre PREDESTINAÇÃO na soteriologia e o Arminianismo prega o Livre-arbítrio sendo uma variação do Pelagianismo que já explicamos.

Foi através dos Remonstrantes que a ideia dos 5 Pontos do Calvinismo surgiu, que na verdade eram 5 pontos do Arminianismo; e o contrário foi apenas a refutação às indagações da irmandade remonstrante.

As indagações foram:

1- Eleição: De acordo com os remonstrantes Deus não elege o homem baseado em uma “predestinação”, ou seja, a escolha não é baseada na vontade de Deus, mas sim, segundo eles na presciência, ou seja, Deus soube (não fez nada) quem seria salvo e dará essa salvação no dia do juízo.

2- A Expiação: Para os arminianos, Jesus morreu por todas as pessoas, indiscriminadamente, sem que haja nenhum tipo de seleção ou direcionamento da morte de Cristo.

3-A pessoa é capaz de escolher o Criador, ou a pessoa é “Parcialmente depravada” – é a ideia de que o homem por si só, baseado na sua vontade de ser bom, mesmo sendo mau, poder escolher ou não o sacrifício de Jesus. O homem, segundo a remonstrância pode escolher entre céu e inferno; e que o que Adão fez não influencia o homem moderno, em sua totalidade, de consciência espiritual e isso tudo sem a ação do convencimento do Espírito Santo.

4-A Graça é resistível – Ou seja, o homem mesmo que chamado por Deus, pode resistir à vontade divina, ou seja, o homem assume novamente o protagonismo da história da sua vida deixando Deus submetido à sua vontade.

5-Cair da Graça – O homem seria capaz de “sair” da salvação, ou seja, perder a salvação, a remonstrância assume a ideia de que a salvação não é pela graça, pois pode ser perdida, e sim através das obras, pois depende da ação humana para se manter e também da ação humana para cair dela.

Tudo isso é uma balela Anti-bíblica e facilmente refutável.

A Bíblia prega que:

Ponto 1- Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor; E nos predestinou para filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito de sua vontade.- Efésios 1:3-5.

Ponto 2- Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos. Mateus 20:28 – Muitos e não todos sem distinção. Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação. Hebreus 9:28. “Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas; e elas me conhecem; assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas ovelhas.- João 10:14,15 (Ele conhece as suas ovelhas, portanto a morte de Cristo foi para quem? Sim, para a suas ovelhas).

Ponto 3 – Concluindo, da mesma forma como o pecado ingressou no mundo por meio de um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte foi legada a todos os seres humanos, porquanto todos pecaram. Romanos 5:12 “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. ” Efésios 2:8.

Ponto 4- Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.
Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou.
E a vontade do Pai que me enviou é esta: Que nenhum de todos aqueles que me deu se perca, mas que o ressuscite no último dia. Porquanto a vontade daquele que me enviou é esta: Que todo aquele que vê o Filho, e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. -João 6:37-40 / Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido. -Jó 42:2.

Ponto 5- Pois eu tenho a certeza de que nada pode nos separar do amor de Deus: nem a morte, nem a vida; nem os anjos, nem outras autoridades ou poderes celestiais; nem o presente, nem o futuro; nem o mundo lá de cima, nem o mundo lá de baixo. Em todo o Universo não há nada que possa nos separar do amor de Deus, que é nosso por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor. Romanos 8:38-39.

Nós devemos ficar focados somente no que diz as escrituras, não adianta ficar buscando a interpretação A ou B para coisas, existem controvérsias sim, existem, mas nada que justifique a ideia de “abrir a Bíblia e se basear no seu achismo”. A humanidade tenta a todo o momento fabricar deuses, vincular o cristianismo a ideologia X ou Y, e o livre-arbítrio, mostrado e refutado, é possível notar a nefastidão que corrói o pensamento e suas variações.

E ainda existem mais variações: Teísmo aberto, Gnosticismo, as ideias que permeiam a soteriologia Católica, se existe céu ou inferno, livre-agência, soberania ou responsabilidade humana e por aí vai e tudo isso vamos continuar explicando por aqui.

-Paulo Ricardo Lima – Palestrante DESMOTIVACIONAL e Teólogo de Boteco.

Paulo Ricardo Lima – Feira de Santana/ BA

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To use BrandCaptcha you must get an API Key