Fornicação, Virgindade e Cristianismo

Uma perspectiva pessoal em relação a sexualidade e o cristianismo, sem besteiras.Considero esse texto como uma carta aberta, quem quiser comentar, ou quem quiser dar uma sugestão sensata, sinta-se a vontade até para a discordância sem ofensas.

Nos últimos anos a frase “Eu escolhi esperar” virou moda entre os adolescentes da nova geração evangélica, deveras a pior que já existiu que quer “recuperar” a “pureza” humana do modo errado, através de movimentos, camisas, faixas com uma frase bonitinha estampada, mas que não há nada de bom.

2014-735909614-2014072355957-jpg_20140723

Essa não é uma critica ao movimento, como já fiz, mas uma crítica as pessoas do movimento, eu entendo e deixo claro que é “bem intencionado” todas as frases de “eu escolhi esperar”, mas são infrutíferas se postas a prova, e falo isso por mim mesmo, que fui hipócrita de certa vez ter dito que iria esperar, e dois meses depois acabei perdendo a virgindade, hoje tenho 21. perdi a virgindade aos 18, de uma forma que até eu me escandalizo, já que foi com uma mulher que  conheci dentro de um templo onde fui pregar no dia do meu aniversário, que presente em? (risos)

E isso me fez perceber o quanto eu não era um “Man of steel”, nem muito menos um ser que tem uma espiritualidade inabalável, me fez ver o quanto eu era somente uma máscara,  atrás de um púlpito com uma voz de locutor de corrida de cavalos, uns labaxurias e umas frases prontas para enganar os bodes que me ouviam, pasmem, eu era um idiota, achava erroneamente que aquilo que eu estava vivendo era o ponto auge, o ponto Máximo de minha fé, quando na verdade eu seria futuramente só mais um na multidão de caídos.

lobo-em-pele-de-cordeiro.jpgFunny-Superman-Saving-The-World-Every-Day-12.jpg

Conselhos aos virgens:

Não adianta negar que quem escolheu esperar sente “tesão”, desejo, prazer, afinal, Deus te deu hormônios e não vai tira-los de você nem com a oração que seu “líder” mandou você fazer, você sente vontade de transar, se masturbar, ver vídeo pornô, quem não sente? Vamos ser hipócritas e negar que somos os maiores consumidores de conteúdo pornô da internet até quando? Isso mesmo, nós cristãos, damos o combustível a isso, é fato. Vamos negar que temos desejos? Vamos negar que somos pecadores?

masturbacao-grande.jpg

“Ba dum tiss”

Vamos negar que sim a nossa carne é fraca, que gostamos daquele irmão ou irmã mais bonitinha dos nossos grupos, vamos deixar essas pequenas coisas no centro da nossa máscara até quando? O que pregam pra nós é uma santidade inexistente, como se fossemos máquinas que não devem sentir e nem pensar.

Enquanto puder resista, é simples, mesmo que te chamem de idiota, de ótario por não ter feito sexo com a pessoa que você estava e mesmo com a zoação com os amigos, se guarde, vá por mim, será mais satisfatório, os melhores períodos da minha vida, passei sem fazer sexo, os meus melhores dias eu passei sem aquela culpa de ter feito e de não ter me arrependido. Rejeite, mesmo que a vontade bata na mente!

E mesmo assim tentando resistir, você homem ou mulher que lê isso , carregue sempre consigo uma camisinha, você não é de aço e não está imune a nenhuma doença, nem muito menos a uma gravidez precoce, ou fora de hora, olha a crise que estamos vivendo! Então, “Vigie” nisso. Não faça, mas se fizer, faça com responsabilidade, seja homem ou mulher.

Conselho aos que fazem, ou fizeram sexo:

Você deve através do espirito Santo, orar para se arrepender parta que ele te mostre a justiça e o juízo dos seus atos, para que você recorra sempre ao primeiro amor que você tinha e perde a cada pecado, a salvação você não perde, mas o desejo de ser novo se escurece a cada vez que você peca e se acostuma com o pecado, o sexo ele é grave, mas você não deve omiti-lo, eu sei que o medo é parte da frase “Se eu contar, o que a igreja fará comigo?” – Ela fará o que fez com todos os outros, deixo claro que quem peca e se arrepende Deus perdoa pela cruz de Cristo e pela justificação do sangue sem esperar nem o perdão da igreja, muito menos os 3 meses de afastamento desnecessários que a igreja manda, tipo penitência católica.

Se não amar a pessoa com que você “pecou”, não case, não se iluda com uma obrigatoriedade pastoral de te casar a pulso, isso só vai te causar constrangimento, frustração, e no futuro uma separação e Deus não quer isso. Errou? Conserte. Pecou? Arrependa-se. Não se martirize porque caiu, tente consertar o erro, só nunca pense que seu coração é de papel e que vai passar por cima de tudo como um touro bravo, como eu disse acima, não somos o homem de aço.

Conselho aos namorados:

Paulo sempre relata. é melhor casar do que abrasar-se, ou seja, se quer transar, case, mas eu vou além, não transe SOMENTE PELO SEXO, vá por mim, não vai valera  pensa, essa empolgação misturada com vontade de pegar a pessoa de modo louco no estilo 50 tons de cinza… Não faça, não vale a pena, o dinheiro gasto com um casamento sem amor, e somente pelo sexo faltará no bolso depois.

Jovens, Cristo nos escolheu por que somos fortes, e com ele vencemos as coisas que nos atritam, mas ele nunca disse que não pecaríamos, nunca disse que seriamos invencíveis, nunca disse que seriamos incorruptíveis, pelo contrario, ele nos escolheu porque somos fortes, temos através dele nosso refugio e fortaleza socorro nem presente na hora da ajuda.

Autor: Paulo Ricardo Lima – Teólogo de Boteco, pregador e Palestrante DESMOTIVACIONAL.

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To use BrandCaptcha you must get an API Key