O demônio chamado Bashar Al Assad.

Até que ponto chega a arrogância do líder de uma nação?

Nos últimos dias, temos acompanhado ataques mais constantes à Síria, onde os únicos prejudicados são os civis, que se vêm sitiados entre os ataques dos rebeldes, que dizem lutar pela liberdade, e a tirania de Bashar al-Assad e suas tropas.

Resultado de imagem para bashar al assad

O que resta é a incerteza de estarem vivos no próximo amanhecer. Em pleno século 21, vemos na Síria uma verdadeira terra sem lei, onde o próprio líder autoriza testes de armas químicas contra seu próprio povo.

Se por um lado os países do ocidente tentam intervir no regime do ditador tirano, por outro, os países do oriente médio e Europa, incluindo potências mundiais, como Irã e Rússia, dão a amostra de que esta guerra está longe de acabar. O ataque do último dia 14 ordenado pelo Presidente americano Donald Trump, com a ajuda de França e Reino Unido, tinha por finalidade derrubar as tropas de Assad, mas parece ter posto apenas mais lenha nesta enorme fogueira que está longe de se apagar.

Imagem relacionada

A tentativa de boicote a Assad, não é das melhores, segundo a ONU, pois se os países do ocidente se negarem a enviar ajuda para a Síria, não será o líder o maior prejudicado e sim o povo inocente. Estima-se atualmente que a Síria necessita de 116,764 bilhões de dólares para se reconstruir, valor que se mostra inútil, se comparado às vidas já ceifadas por esta guerra entre potências mundiais e exércitos locais.

O primeiro passo seria barrar a utilização de armas químicas no país, o segundo derrubar as tropas do Isis (Daesh) e por último interferir nas ações do Irã na Síria. Por ora, os cidadãos vão voltando, pouco a pouco à realidade e encarando seus milhões de problemas pré e pós ataques, levando da melhor forma seu bem mais precioso, a vida.

Oremos pela Síria!

  • Paulo Pereira – Blogueiro
Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To use BrandCaptcha you must get an API Key