Sexo anal é pecado?

Hi, People!

Olha eu aqui para falar do assunto que mais gosto: SEXO!!!
Hahahahaha, quem não gosta né?? Alguns fingem não gostar de falar, outros apenas escutam seus colegas e amigos falarem, mas não dão sua opinião. Muitos pais, professores, e porque não pastores, têm enormes dificuldades na hora de tirar dúvidas do que pode ou não pode.

Falar sobre sexo ainda é um enorme tabu em nossa sociedade, falar abertamente sobre o assunto continua sendo uma baita ousadia, e tratando-se de sexo anal pior ainda.
O fato é que sexo é muito bom, todo mundo faz ou vai fazer algum dia. Então vamos lá a pergunta que não quer calar…

Sexo anal é pecado?
Fui buscar na Bíblia e percebi que existe um verdadeiro “silêncio” sobre o assunto! É claro, que de forma nenhuma, eles utilizariam a palavra ânus na bíblia, mas apesar de não ser dito abertamente na época já era praticado. Vou começar então com uma pesquisa feita entre 1 milhão de casais, somente 37,5% dos entrevistados possui uma relação sexual satisfatória com seu parceiro, isso é muito triste. Muitos casais negam, mas a falta de satisfação sexual contribui é muito para a separação.

Imagem relacionada

E por que escolhi este tema? Porque tem muita gente sem noção que diz que aqueles casais que praticam sexo anal vão para o inferno. Pois é! Absurdo isso! Quando falamos sobre sexo anal, o primeiro texto bíblico que vem na mente dos pregadores, pastores, teólogos e líderes e aquele de Romanos 1: 26-27 que diz:  “Por causa disso, Deus entregou as paixões vergonhosas. Até suas mulheres trocaram suas relações sexuais naturais por outras contrárias a natureza. Da mesma forma os homens também abandonaram as relações naturais com mulheres e se inflamaram um de paixão pelo outro. Começou a cometer atos indecentes, homens com homens e receberam em si mesmos o castigo merecido pela sua perversão.” Olha, não sou nenhuma teóloga, e confesso que quando leio a Bíblia não busco outros textos bíblicos para fazer comparações e tal, mas se você ler com um pouco mais de atenção, vai perceber que Cézar transava com todas as mulheres que ele queria e era mulher de outros homens se é que você me entende!

Este texto definitivamente não estava falando de sexo anal entre marido e mulher com entendimento e prazer mútuo. Então eu sugiro que a partir de hoje que você pare condenar o sexo anal entre casais, você tenha um pouco mais de cuidado (Homem e mulher/ marido, esposa).

Tem uma expressão que é muito utilizada na Bíblia e é interpretada como sexo anal. A ” imoralidade sexual”. Mas o que significa IMORALIDADE? (Caráter de qualidade do que é imoral. Ato ou dito imoral)
(I) moral – é um adjetivo de 2 gêneros com origem no latim “immoralis” que significa atitude contrária a moral ou qualifica uma pessoa que se comporta sem moralidade. Uma pessoa imoral é alguém sem pudor que revela imoralidade e está ligada a libertinagem e obscenidades. Alguém assim é visto como devassa, indecente e desonesta pois muitas vezes revela falta de caráter e vive sem regras.

Então, juntemos a imoralidade sexual e o sexo praticado fora da aliança do casamento ou dentro dele, mas sem amor. Óbvio que de acordo com essa definição não podemos associar imoralidade sexual ao sexo anal feito entre marido e mulher com consentimento mútuo com prazer e amor, concorda?

Vejamos agora a questão fisiológica do assunto.
Sexo anal, em geral é muito dolorido para a mulher. Pois o ânus e cheinho de vasos internos e externos muito sensíveis. A verdade é que ele foi criado para eliminar fezes, não para entrar um pênis.
Este sexo exige muito cuidado pois o parceiro pode acabar transmitindo algumas doenças, caso haja penetração na vagina após sexo anal e essas penetrações vão deixando portas abertas para várias infecções e DST’s (doenças sexualmente transmissíveis).

Resultado de imagem para sexo anal pecado

Opa, opa! Cheguei aqui ao ponto X da questão! Agora não só falando de sexo anal, mas também do AMOR. Sim, o amor! O amor que não causa dor, o amor que protege, o amor que espera, que cuida, é a este amor que me refiro.

Raciocine comigo…
O amor não fere, então se você ama sua esposa/parceira, não vai querer vê-la sofrer ou sentindo dor. E se este sexo é forçado, anal ou não, posso te dizer com toda certeza que isto sim é imoralidade sexual, porque está sendo feito sem consentimento, sem respeito e amor. Seus desejos e fantasias não podem de forma nenhuma ser maior que seu amor e respeito. Em Romanos 13:10 diz “toda lei se resume ao amor”
Quando seus desejos e suas fantasias são tão intensas que superam o amor de uma relação que poderia ser tão diferente e especial para os dois, aí sim podemos dizer que é pecado.

E sinceramente eu não acredito em um Deus que mandaria, de forma nenhuma, alguém para o inferno porque fez sexo anal com sua esposa/marido. Não creio em um Deus com atitudes tão minúsculas. Ele nunca disse que deveríamos ser super-heróis em termos santidade a este ponto. Somos carne, temos desejos e Ele mais do que ninguém sabe disso! O amor não faz mal, o amor não é pecado, mas se sua esposa/parceira não se sente confortável com este ato sexual, pelo amor e respeito que você tem por ela não faça!!! Mas não porque o ânus é um local pecaminoso, ok? Ele não é!

O legal mesmo é, conversar muito, muito mesmo sobre o assunto, e se os dois estão de acordo, a consciência de vocês é o Espírito Santo, se Ele não os acusam. Quem sou ou eles para dizer que não deve fazer porque é pecado?! Lembrem- se que tudo aquilo que não provém da fé é pecado.
Pois do interior do coração dos homens vem os pensamentos, as imoralidades sexuais, os roubos, os homicídios e os adultérios. Marcos 7:21. Só aquele que fez a lei, é que pode julgar corretamente entre nós. Só ele decide salvar-nos ou destruir-nos. Portanto, que direito têm vocês de julgar os outros? Tiago 4:12.

Pois é meus queridos agora que já sabem a resposta, sejam felizes!

Beijo pink !

Gabi Alves – Blogueira – Inscrevam-se no meu Canal no Youtube: Café & Prosa com Gabi – YouTube 

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To use BrandCaptcha you must get an API Key